quinta-feira, 18 de março de 2010

DIVA DA ENTREVISTA E AFIRMA :"NASCI DE NOVO"



A diva  ( que está bem !!!)contou ao site R7 como sobreviveu ao acidente  com o Crossfox  e  o  que houve de verdade, leia abaixo  na entrevista os principais trechos:

Stefhany – Estava indo para a casa da minha avó e a neblina estava muito forte. Aí passou uma vaca na frente do carro. A estrada é de terra. O motorista tentou desviar e o carro capotou.
 Quantas vezes?
Stefhany – Ele capotou três vezes. Foi horrível.
 Como foi na hora em que o CrossFox estava capotando?
Stefhany – Ai, eu me desesperei! É horrível, é horrível! [emociona-se]. Você não sente medo. É uma coisa assim: aconteceu. Eu gritava o nome de Deus e o nome da minha mãe, para ver se ela estava bem. Não dá tempo de nada. 
– E o que você fez quando o carro parou de capotar?
Stefhany – Eu chorei muito. O motorista saiu do carro para procurar ajuda. Eu e minha mãe ficamos dentro do CrossFox de cabeça para baixo.
 Vocês se feriram?
Stefhany – Não. Não precisou nem chamar ambulância. Depois que o motorista saiu, minha mãe conseguiu sair do carro e depois me ajudou a sair também. A gente ficou se olhando e ficamos tocando uma na outra para ver se a gente estava bem. Foi uma sensação estranha.
 Por quê?
Stefhany – Pensei que estava morta e minha mãe também. Só acreditamos que estávamos vivas quando olhamos de novo para dentro do carro e vimos que nossos corpos não estavam lá.
 Você falou que sua mãe se arrepiou cinco minutos antes. Então ela pressentiu o acidente?
Stefhany – Houve muitas premonições. Dias antes do acidente minha irmã teve um sonho muito ruim. Ela sonhou que eu estava pegando fogo. Ela viu na internet que o significado era acidente de carro. Eu falei para ela ter calma, porque ela me ligou muito assustada. Minha mãe e a menina que trabalha na minha casa também tiveram sonhos ruins dias antes. E além disso, aconteceu uma coisa muito horrível dias antes do acidente.
 O quê?
Stefhany – Recebi um presente desagradável. Ele estava todo enrolado em papel de presente. Quando abri, levei um susto, porque era um pé de galinha com penas e ainda sangrando.
 Você acha que fizeram  macumba para você?
Stefhany – Acho que sim. Eu nunca fiz mal a ninguém. Nossa, fiquei horrorizada. Minha mãe queimou na mesma hora e depois orou o Pai Nosso. Eu creio muito em Deus e sei que foi Ele quem me livrou.
Você acha que Deus te salvou?
Stefhany – Eu tenho certeza disso. Foi Deus quem  avisou minha mãe para a gente colocar o cinto.
 – Mas por que alguém  faria um “trabalho” tão ruim contra você?
Stefhany – Isso é maldade, inveja e olho gordo. Isso pode destruir tudo que eu tenho de material, mas nunca vai tocar em mim nem na minha família. Tenho muita fé em Deus. Quando o carro virou, eu pensei comigo: você pode destruir tudo, mas em mim e nos meus você não toca.

Um comentário:

mundo cão disse...

DEUS obrigado por salvar a sthefany e sua querida mãe!