sábado, 25 de junho de 2016

#Música " Mc Queer lança disco e pretende lutar contra a homofobia "

mcqueer

Há um mês descobri o Mc Queer na plataforma de streaming Spotify e desde então não paro de ouvir "Fiscal " seu single mais conhecido e que tem um um clipe incrível e que conta com a participação de muita gente legal que luta pelos direitos LGBT, como o jornalista Fefito, Mc Linn da Quebrada , a Nana Rude do Instagram e outros.

Se não viu o clipe veja aqui :




Agora nessa semana ele disponibilizou o disco todo!, que contém 7 faixas  e é dividido entre Lado A e Lado B, expressando a visão do artista sobre duas perspectivas: o ativismo pela causa e o meio em que convive.

ado A, de Ativista – As três primeiras faixas do disco representam o ativismo pelas questões da causa. A começar pelo já conhecido single de “Fiscal”, que versa contra a homotransfobia sobre uma batida clássica do funk proibidão do início dos anos 2000. A música de abertura é seguida por “Bancadão”, que coloca em pauta o fundamentalismo religioso acompanhado de um beat contemporâneo. “Sururu” encerra o Lado A, celebrando a expressão de corpos oprimidos e apresentando um ritmo de pista, com intervenções de trap.
Lado B, de Bicha – As três faixas seguintes são um convite à reflexão do meio pelo próprio meio. “Acabou a Amizade” traz à tona uma discussão sobre a real necessidade e consequências do uso de drogas como escapismo à realidade de opressão, cantada sobre scratches em vinil que ajudam a materializar a cena. “Tudo 2” propõe uma batida pop enquanto discute o preconceito à diversidade dentro da própria comunidade e “Stalker”, um funk declamado, coloca em pauta a tecnologia como veículo potencializador da efemeridade das relações, do sexo e do afeto.
Faixa Bônus – Se o nosso ônus é lutar contra o ódio, o bônus tem que ser sobre amor. E, assim como a primeira faixa, “Charme da Loca” fecha o disco nos levando de volta ao início dos anos 2000, dessa vez pela batida melódica do charme. A música fala de amor com humor e apresenta um tom de voz um tanto diferente daquele que vocês conhecem.
O álbum está disponível no iTunes, Spotify, Tidal, Apple, Google Play e Deezer. Ouçam aí!

Nenhum comentário: